20 de nov de 2013

Reflexões em tempos de Semana da Consciência Negra.

"Reflexões em tempos de Semana da Consciência Negra."

Por Clarissa Lima



          Reflexões em tempos de Semana da Consciência Negra. Esta foto foi tirada em 1889, na capital, um ano após a abolição da escravatura. Para mim, ela simboliza o Amor e a Resistência. São dois pretos velho, sentados em frente ao seu barraco, sem nenhuma perspectiva de futuro, segurando firme um na mão do outro como quem diz: “Estamos Juntos nessa!” Esse casal estava entre os milhares de negros libertos que se espalharam pela cidade sem ter para onde ir, que foram se virando como podiam, trabalhando em subempregos, trocando serviços por prato de comida. O inconsciente coletivo de subserviência deixado pela escravidão fez com que muitos brancos e negros achassem que as coisas deveriam permanecer assim. Isso somado ao total descaso do governo e a falta de políticas públicas adequadas acabou gerando três problemas crônicos que persistem 124 anos depois: preconceito, discriminação e desigualdade social. Por isso, quando olho pra essa foto - que aliás, emoldurei e coloquei na parede da minha casa - me pergunto: por onde andam os descendentes desse casal? Certamente, eles estão entre os milhares de negros, mulatos, pardos, “morenos”, “cor de cuia”, “jambos”, “sararás” com quem cruzamos diariamente no Mercado Público, nos shoppings, no ônibus, na faculdade, nas baladas, enfim... Mas, quem são essas pessoas? Como elas vivem hoje? Não seria eu descendente dessa família ???

Por Clarissa Lima
https://www.facebook.com/clarissa.lima.7

Nenhum comentário:

Postar um comentário