11 de dez de 2015

MNU - Contra o golpe e pela democracia


M.N.U
Contra o golpe e pela 
Democracia.






COORDENAÇÃO DO MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO - RJ ; MG ; ES ; SC e CE.

RESOLUÇÃO POLÍTICA SOBRE A CONJUNTURA NACIONAL.

CONTRA O GOLPE.
PELA DEMOCRACIA.

CONTRA O EXTERMÍNIO DA JUVENTUDE NEGRA.

PELO APROFUNDAMENTO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE INCLUSÃO RACIAL.


   A nossa organização foi criada em plena ditadura militar em 1978 e durante estes 36 anos de resistências, combatemos a segregação racial em nosso país.

   O racismo no Brasil é determinado pelos interesses econômicos da oligarquia burguesa brasileira que detém e concentra a maior parte das riquezas produzidas pela classe trabalhadora, onde o povo negro está inserido.

   A classe dominante no Brasil impõem e mantém sua visão de mundo a partir de seus valores eurocêntricos, capitalistas e neocolonialista.

   Nossa posição política caminha, necessariamente, para uma ação imediata de enfrentamento e mobilização contra a possibilidade da direita racista, homofóbica e conservadora assumir o controle do governo do país.

   A vitória desta política significa um profundo retrocesso das principais conquistas sociais e democráticas que obtivemos nos últimos anos de enfrentamento ao neoliberalismo.
   O processo eleitoral no primeiro turno, demonstrou que partidos políticos conservadores e de direita e seus  respectivos líderes foram eleitos em vários estados com uma plataforma política baseada na xenofobia racial e religiosa contra principalmente as religiões de matrizes africanas.

   A candidatura Aécio Neves, representou os interesses do grande capital financeiro especulativo internacional e das grandes multinacionais.

   Hoje os golpistas foram acionados, como em vários momentos, na história.

   Recentemente a Rede Globo fez autocrítica do apoio que deu ao golpe militar e não podemos esquecer a manipulação do último debate entre os então candidatos LULA e COLLOR. 

   Esta mesma mídia se cala frente a denúncia de compra de votos para introduzir a reeleição em nosso país feita pelo governo FHC.

   Se cala frente as denúncias de corrupção no Metro de São Paulo governado pelo PSDB.

   Se cala frente a construção do aeroporto em terras particulares da família Aécio em Minas Gerais  e outras denúncias nos governos tucanos em todo o país.

   Se cala frente ao Extermínio da Juventude Negra.


DEFENDEMOS UMA PROFUNDA LIMPEZA NA POLÍTICA BRASILEIRA CRIMINALIZANDO PRINCIPALMENTE OS CORRUPTORES ENCOBERTOS NOS GRANDES CONGLOMERADOS ECONÔMICOS.


   A concepção elitista de sociedade esta integrada ao poder imperialista concebido pelos banqueiros e empresários que controlam o mercado financeiro e não admitem a construção de uma alternativa internacional que se contraponha ao domínio do FMI como é a proposta do banco dos BRICS.

   Uma alternativa de política que apoia os indígenas e o governo na Bolívia , a resistência cubana, a política libertária de  Mujica no Uruguai, a de  reconciliação colombiana.

   Uma política que priorize a relação com a América latina e o continente africano.

   O retorno de um governo neoliberal, do latifúndio e agronegócio determinará a impossibilidade do prosseguimento da reforma agrária, do fortalecimento  agricultura familiar e do enfrentamento as resistências a titulação das terras quilombolas.

   Repudiamos e lutaremos contra o acirramento e o fortalecimento da repressão policial e o redimensionamento do genocídio da juventude negra através da REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL.

   Lutaremos contra a homofobia, a violência contra a mulheres, a exploração das terras indígenas e da mão de obra escrava, da exploração dos trabalhadores e trabalhadoras através da precarização do mercado de trabalho, da privatização das empresas públicas, da abertura irrestrita da economia ao capital internacional e a repressão a participação popular e democrática que impossibilitará a efetiva conquista de uma reforma política que atenda os interesses dos setores excluídos e marginalizados.


PELA APROVAÇÃO IMEDIATA DO FERIADO NACIONAL EM HOMENAGEM A ZUMBI DOS PALMARES NO DIA 20 DE NOVEMBRO.



PELA PRESENÇA EFETIVA DE NEGROS E NEGRAS NO PRIMEIRO ESCALÃO DO GOVERNO.

PELA APROVAÇÃO DE UM PLANO NACIONAL DE COMBATE A HOMOFOBIA E SUA CRIMINALIZAÇÃO.

PELO APOIO A NÃO CRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO.
PELA EFETIVA TITULAÇÃO DA TERRAS QUILOMBOLAS.

PELO APOIO INCONDICIONAL AS RELIGIÕES DE MATRIZES AFRICANAS.

PELO FIM DO EXTERMÍNIO DA JUVENTUDE NEGRA.

POR REPARAÇÃO HISTÓRICA E HUMANITÁRIA AO POVO NEGRO.


NENHUM PASSO ATRÁS.

REAJA A VIOLÊNCIA RACIAL E POLICIAL.

CONTRA O GOLPE DE CUNHA , AÉCIO E A DIREITA.
EM DEFESA DA DEMOCRACIA.


ASSINAM:
MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO.

RIO DE JANEIRO.

MINAS GERAIS.

ESPÍRITO SANTO.

SANTA CATARINA.

CEARÁ






Nenhum comentário:

Postar um comentário