13 de abr de 2013



VILA CRUZEIRO

Penha – Rio de Janeiro - Brasil




Vila Cruzeiro - Surgiu no século 19 e os primeiros moradores eram escravos fugidos que ficavam no local sob a proteção de um padre abolicionista da Igreja d Penha. Padre Ricardo, republicano e abolicionista, capeção da irmandade da Penha. Costumava abrigar em sua casa escravos fugidos das redondezas. O lugar terminou conhecido como “Quilombo da Penha”. Uma outra coisa que caracteriza a Vila Cruzeiro é o Campo do Ordem e Progresso, um campo de futebol que é umas das formas de lazer do local. Esse campo foi criado por volta dos anos 50 Por um morador antigo célebre chamado Sebastião Benedito. No Campo do Ordem e Progresso que surgiu o conhecido jogador de futebol Adriano Leite Ribeiro. Adriano até hoje frequenta a comunidade onde nasceu, cresceu e tem muitos amigos.
No campo Ordem e Progresso situava o espaço Criança Esperança, com o fim, o projeto foi substituído pelo projeto IBISS.

 







 
"Um pouco de história. Isso vai ajudá-lo a conhecer a história do negro no Brasil.
A comunidade da Vila Cruzeiro é reduto de ex escravos do Rio. Alijados da vida econômica e social do país, os negros cariocas se refugiaram  e formaram um quilombo.
Antes de se tornar favela, a Vila Cruzeiro era reconhecida como Quilombo da Penha, formado no final do século XIX - logo após a Abolição – nas vizinhanças da Igreja de Nossa Senhora da Penha, a quem pertencia as terras de uma fazenda doadas por seu proprietário à Irmandade católica. A formação do Quilombo deveu-se a atuação de um padre abolicionista e republicano. O Santuário foi visitado pela Princesa Isabel, 18 dias antes de proclamada a Lei Áurea."
 

 







Nenhum comentário:

Postar um comentário